Embora ser uma mãe não seja um papel fácil, Lauren Knowles, de 27 anos, estava muito animada e feliz quando ficou grávida pela segunda vez.

Ela fez um ótimo trabalho com seu primeiro filho, mas ela e seu marido queriam que a família fosse maior.

Após sete semanas e um resultado positivo no teste de gravidez, uma verdade terrível veio à tona.

A esposa de Scotland começou a se sentir muito mal, apresentou um sangramento forte que não podia parar. Ela rapidamente procurou um hospital, onde foi submetida a vários exames, cujos resultados iriam mudar sua vida.

Os médicos disseram que Lauren não estava grávida, na verdade o que estava dentro dela era uma gravidez molar, isto é, foi o resultado de um erro genético durante o processo de fertilização que leva ao crescimento do tecido anormal no interior do útero e, por conseguinte, uma massa crescente de cistos foi concebida, infelizmente, no caso de Lauren estes foram malignos.

“Eu não poderia assimilar que, em vez de um bebê crescendo dentro de mim estava uma substância cancerígena e com o mesmo tipo de tumor hormonal, foi por essa razão que o teste de gravidez foi positivo”, disse Lauren.

Os médicos decidiram agir rapidamente e remover os tecidos primeiro, Lauren teve que passar por quimioterapia, o que fez com que ela perdesse todo seu cabelo. Mas pior do que estava por vir, os especialistas perceberam que o tumor continuou a crescer de uma forma muito alarmante.

Um dia, Lauren foi deixada sozinha em casa por um momento, enquanto seu marido tinha ido com o filho comprar remédios, em seguida, ela começou a sentir uma dor terrível no estômago acompanhada por cólicas, ela foi até o banheiro e fez o que tinha imaginado: ela deu à luz a uma massa tumoral.

Lauren disse que a massa tinha o mesmo tamanho de um feto de 17 semanas. Ela confessou que sentiu um alívio.

Depois de um tempo, os médicos aconselharam Lauren a esperar pelo menos um ano para engravidar novamente, mas ela queria tentar novamente. Mesmo assim ela não desistiu, fez todo o tratamento que os médicos indicaram durante um ano e, logo após, ela engravidou novamente. No momento ou seu bebê tem 11 meses de idade, e ela finalmente realizou seu sonho.

Indi nasceu por cesariana cinco semanas a menos do que o planejado, mais felizmente nasceu saudável.

Lauren decidiu compartilhar sua história para dar esperança a todos aqueles que estão passando por algo como ela passou, que isso sirva de lição, que com muita fé o impossível, pode tornar-se possível.

Compartilhe com seus amigos!